Apple lança iPhone quatro vezes mais rápido que o anterior

Na segunda-feira, dia 8 de junho, a Apple apresentou a nova versão de um dos gadgets mais cobiçados, o iPhone 3GS. Os sinais já avisavam. Lojas norteamericanas sem iPhone 3G, operadoras no Brasil relatando a falta do aparelho… Típico. Depois d primeira vez, todo mundo pega a dica.

A parte triste é que Steve Jobs não estava por lá. Francamente, e infelizmente, talvez ele não volte a ser tão ativo como antes, como o showman da empresa. Mas, voltando ao aparelho…

3gs1

O “S” significa “speed”, velocidade se preferir. As informações apresentadas na conferência apontam um ganho considerável na velocidade de processamento de aplicativos. Phil Schiller, vice-presidente de marketing de produtos da Apple, afirmou que ele chega a ser quatro vezes mais rápido do que o anterior. A internet também ficou turbinada. A conexão tem suporte a redes de banda HDSPA de 7,2Mbps.

A câmera ganhou 3 MP, foco automático e balanço de branco. Até aí sem muita inovação, já que a concorrência já bateu a marca dos 5 MP. Tirando esse fato, ela pode fazer vídeos com até 30 quadros por segundo.

A bateria ganhou um poço mais de vida, aproximadamente três horas a mais do que a do 3G em todos os modos de operação. São 10h para vídeos, 9h para internet, 30h para áudio, 12h de conversação normal e 5 h para conversação em redes 3G.

Outro recurso destacado foi o “Voice Control”, que permite a ativação do player por comandos de voz? Quer ouvir Kiss? É só dizer “play Kiss”. Se você for canastrão, diga: “Play Kiss again, Joe”. Não sei se é correto chamar isso de inovação, afinal, meu Moto Q de 2006 (operando com Windows Mobile 5) faz algo parecido, tirando a parte de reconhecer a banda/artista, claro. Mas, telas sensíveis ao toque e reconhecimento de voz são o futuro, certo? Ah, ele tem uma bússola agora…

3gs2

O preço não é novidade. São US$ 199 pelo iPhone 3GS de 16GB e US$ 299 pelo modelo de 32 GB. O velho 3G continua na ativa por US$ 99 em seus gloriosos 8GB. 80 países sortudos começaram a vender o aparelho no dia 18 de junho, enquanto que o Brasil só deve receber o celular em agosto.

Hora das apostas? Quando você acha que esses smarts vão custar por aqui?

Confira mais fotos na Apple

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *