“Livros eletrônicos são fáceis de ler, mas papel atrai mais”

Esse é o título de uma reportagem traduzida da Reuters, escrita por Robert MacMillan e que começa assim:

“NOVA YORK (Reuters) – O número de pessoas que assinam jornais pode estar em queda devido aos avanços da Internet, mas os leitores eletrônicos de livros não devem por fim ao mercado de tinta, papel, cola e encadernação.”

Leia o texto completo aqui

Na minha humilde opinião, acho que o papel não acaba tão cedo. Não gostei do Kindle da Amazon, por exemplo. Com o tempo, aparece coisa menos, mais fina e com usabilidade muito superior. O que eu gostaria mesmo é de um daqueles jornais do filme Minority Report…

Aliás, recomendo a leitura da obra de Philip K. Dick, mas, não se assuste! No livro, ele fala de cartões perfurados e não bolinhas de madeira.

Olha do que eu estava falando, a manchete muda de uma cena para outra. Quando Cruise aparece de frente, dá pra var uma animação da previsão do tempo na parte de trás do jornal:

minority-report-epaper1.jpg

minority-report-epaper2.jpg

Você andaria com um desses?

One Comment

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *